Manual do Paciente

Com o objetivo de esclarecer dúvidas e apresentar informações fundamentais para o tratamento dos seus pacientes, a equipe da Oncovida elaborou um Manual para o Paciente, que deve ser lido também pelos familiares, que acompanharão todo o processo.

O QUE É QUIMIOTERAPIA?

É a utilização de medicamentos, isoladamente ou associados, com a finalidade de destruir células neoplásicas malignas ou mesmo inibir seu crescimento e proliferação. Este tipo de tratamento pode ser combinado com radioterapia e cirurgias.

A quimioterapia pode contribuir para a cura da doença ou aliviar os seus sintomas. A duração do tratamento varia de acordo com o tipo do tumor, evolução da doença e condições do paciente. Portanto, não existe um prazo fixo em relação ao tempo de tratamento. Portanto, confie nas orientações dadas pelo seu médico.

Podem ocorrer reações desagradáveis – os efeitos colaterais – já que a quimioterapia, ao destruir as células doentes, também atinge as células saudáveis. Esses efeitos não são obrigatoriamente apresentados por todos os pacientes e variam de intensidade. É importante que você comunique ao seu médico ou à enfermeira sobre os sintomas apresentados para que eles o auxiliem durante o tratamento.

REAÇÕES MAIS COMUNS:

Náuseas e Vômitos

São reações comuns durante o tratamento, mas com o uso adequado dos medicamentos podem ser minimizados ou até mesmo eliminados.

Por isso, nós da equipe Oncovida, orientamos:

  • Faça uso dos medicamentos contra náuseas e vômitos conforme a orientação do seu médico;
  • Beba bastante líquido, porém evite-os durante as refeições;
  • Faça refeições a cada três horas;
  • Evite alimentos com cheiro forte;
  • Mastigue bem os alimentos;
  • Evite alimentos condimentados, gordurosos e doces em excesso.

Alteração do paladar

Alguns medicamentos podem provocar um gosto amargo ou metálico na boca, porém esses sintomas desaparecerão ao final do tratamento.

Mucosite

São alterações na cavidade oral que podem formar placas vermelhas ou mesmo esbranquiçadas causando dor e dificuldade para engolir. Para prevenir ou melhorar todos esses sintomas temos alguma orientações:

  • Faça uma boa higiene oral a cada refeição;
  • Use escova dental com cerdas macias;
  • Mantenha os lábios hidratados com manteiga de cacau;
  • Beba bastante líquido (é aconselhável no mínimo 2 litros ao dia);
  • Faça uma consulta odontológica, se possível antes de iniciar o tratamento.

Diarréia

São fezes líquidas em grande quantidade, mais que três episódios ao dia. Pode ser causada pelo medicamento, como consequência de cirurgia do aparelho digestivo ou ainda como efeito da radioterapia na região abdominal. Seguem algumas alternativas para controle desses sintomas:

  • Evite frituras, condimentos e café;
  • Aumente a ingestão de líquidos (água, chás, água de coco e sucos);
  • Evite alimentos ricos em fibras;
  • Coma pêra, maçã, banana e sopa de legumes;
  • Comunique ao seu médico se apresentar mais de três episódios de diarréia liquida em 24 horas.

Prisão de ventre

Pode ser ocasionada em decorrência do uso de analgésicos durante o tratamento. A quimioterapia também pode provocar esse desconforto. Segue algumas orientações para melhorar ou diminuir esses sintomas:

  • Evite permanecer longos períodos deitado ou sentado;
  • Procure ingerir alimentos ricos em fibra (vegetais, cereais integrais e frutas);
  • Beba bastante líquido.

Perda de cabelo

A perda de cabelo ou alopecia, como é chamada, varia de intensidade, dependendo da droga utilizada. O importante é que é temporária. Seu cabelo voltará a crescer ao término da quimioterapia. Nesse período use shampoo suave e neutro.

Pele

A quimioterapia pode causar alterações na pele, tornando-a ressecada e descamativa, por isso, seguem algumas dicas importantes:

  • Evite exposição à luz solar direta, especialmente entre às 10 e 16 horas;
  • Use protetor solar;
  • Tome banho morno e use sabonete neutro;
  • Use hidratante após o banho.

Alterações sexuais

A perda do desejo sexual pode ocorrer, no entanto, pode ser transitória. Converse com seu médico caso isso ocorra.

Nas mulheres:

  • Ressecamento ou coceira vaginal;
  • Sintomas da menopausa: ondas de calor e irritação (quando a mulher ainda não está na menopausa);
  • Sentimentos de stress, cansaço, preocupação e depressão que impedem as relações sexuais;
  • Interrupção do período menstrual ou ausência de menstruação.

Nos homens:

  • Não conseguir alcançar o orgasmo;
  • Impotência (incapacidade de ter ou manter uma ereção);
  • Sentir-se cansado, preocupado e deprimido para ter uma relação sexual.

É importante ressaltar que o tumor não é transmitido sexualmente.
Faz-se necessário o uso de preservativo durante o tratamento.
É fundamental a prevenção da gravidez, pois a quimioterapia pode causar danos ao feto.
Pacientes que desejam engravidar após o tratamento devem conversar com seu médico antes de iniciá-lo.

“Vivemos nossa vida inteira a fazer escolhas. Quando nos damos conta, percebemos que as melhores sempre foram as mais simples” (Autor desconhecido)


Oncovida - Centro de Oncologia da Bahia  © 2019. Todos os direitos reservados. (71) 3341-4175 | (71) 99918-0211
Avenida Tancredo Neves Centro Médico Iguatemi , Nº 805 – Salas 405, 406, 407, 408, 409, 410, 413 e 507, Caminho das Árvores – Salvador – BA – CEP 41820-021
ONCOVIDA – Centro de Oncologia da Bahia
Oncovida - Centro de Oncologia da Bahia © 2019. Todos os direitos reservados.