ivermectin as antiviral veridex ivermectina precio farmacia del ahorro ivermectina uso humano ivermectina 0.6 gotas precio peru para que serve ivermectina em animais best price for ivermectin

Carnaval: o que comer durante a maior festa do verão

Alimentação balanceada faz parte da organização para garantir uma boa resistência e energia durante a folia, além de prevenir também possíveis viroses e demais doenças infectocontagiosas. Independente de onde e como o folião vá curtir o carnaval, é importante saber o que ingerir e principalmente como é feito o preparo dos alimentos.

De acordo com a nutricionista da Clínica Oncovida, Raquel Barros, tudo começa pela hidratação: “É importante ingerir mais do que os três litros de líquido por dia e não necessariamente precisa ser só de água. Muitas frutas aquosas fazem as vezes da água, além dos sucos e chás. Então, uma média de 3,5 litros a 4 litros por dia é o ideal para esse período de festa”, orienta.

Além das frutas e verduras que são alimentos leves e garantem vitaminas e minerais que auxiliam no bom funcionamento do organismo, o consumo de fibras e proteínas magras também é indicado para os dias de festa: “Leites, ovos, carnes cozidas e grelhadas são excelentes pedidas. Para aqueles que não possuem restrições e não abrem mão da bebida alcoólica, a ingestão de vegetais verdes escuros (brócolis, couve, rúcula, agrião) auxilia no bom funcionamento do fígado, facilitando o processo de desintoxicação”, ressalta a nutricionista.

Assim como é importante salientar o que se deve priorizar em época de festa, também vale ressaltar o que não deve ser consumido. Principalmente “se o preparo não for feito em casa ou por pessoas de sua confiança. Comidas com molho como por exemplo o cachorro quente, saladas, frutos do mar ou qualquer preparação com maionese e/ou creme de leite devem ser evitadas. A intoxicação alimentar é algo sério que pode ser contida se os cuidados prévios forem tomados”, conclui.

De acordo com a nutricionista, pacientes oncológicos devem ter cuidado redobrado: “Pacientes oncológicos podem e devem se distrair respeitando a particularidade e a situação clínica de cada um, no entanto, uma vez que o carnaval envolve multidões, é possível que isso abale a imunidade, logo, a atenção deve ser ainda maior”.

Para mais dicas, clique aqui!

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Outros posts