can ivermectin injectable be given orally to humans doh ivermectin ivermectin covid treatment guidelines can ivermectin be used on chickens does ivermectin kill lice in horses can a person overdose on ivermectin how much ivermectin do you give a 50 pound dog

Câncer de próstata: riscos aumentam com a idade

Metade da população brasileira não realiza exames preventivos

Segundo mais comum entre a população masculina, o câncer de próstata é considerado o câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Sexto tipo de câncer mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres, as estatísticas da doença crescem com a expectativa de vida da população. Não é à toa que a maior incidência é registrada em países desenvolvidos.

“Apesar da taxa de incidência ser cerca de seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento. A explicação para este fato deve-se à maior expectativa de vida da população nestes locais, facilidade de acesso à informações e à um serviço de saúde pública mais eficiente”, explica o urologista Adriano Marçal, que integra a equipe da Oncovida – Centro de Oncologia da Bahia. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pelo aumento da expectativa de vida da população, evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam 69 mil novos casos da doença devem ser diagnosticados somente este ano. Homens acima de 45 anos, independente do país em que moram, devem investir na prevenção da doença. A próstata é uma glândula que só o homem possui que fica localizada na parte baixa do abdômen, entre a bexiga e o reto, e produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozóides, liberado durante o ato sexual.

Dor óssea, dificuldade para urinar, sangramento na urina são alguns dos sintomas de alerta. A prevenção deve começar a partir dos 45 anos, com a realização de exames anuais, de sangue e toque retal. “O preconceito diminuiu bastantes graças a campanhas como o Novembro Azul, porém a metade da população masculina do Brasil ainda não procura regularmente um urologista”, ressalta Marçal, acrescentando que alguns tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta – cerca de 15 anos para atingir 1 cm³ – que não chega a dar sinais durante a vida. “O fato da doença se desenvolver de forma assintomática reforça a necessidade dos exames de prevenção anuais”, conclui o especialista. O tratamento é feito com radioterapia e, a depender do estágio de evolução da doença, com intervenção cirúrgica.

(05.11.2015)

Frente & Verso Comunicação Integrada
Jornalista Responsável: Fernanda Carvalho
fernanda@frenteeverso.com
Tel.: (71) 98105-9609

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Outros posts